DECORAÇÃO COM BIOMBO

20/09/2015

Olá, você já ouviu falar em biombo?

Isso mesmo, estou falando daquele objeto utilizado como divisória móvel.

Quando eu pensava em biombo, só imaginava algo feio, de madeira, sem vida, que servia apenas para dividir ambientes. Mas, após assistir uma apresentação na faculdade sobre o assunto, fui pesquisar melhor sobre este objeto decorativo e tive a ideia de montar esse post para mostrar que o biombo evoluiu e ficou muito bonito, podendo ser uma peça chave na sua decoração.

Você sabe a origem dos biombos?

Errou quem disse que é japonês. Na verdade, o biombo surgiu na China, sendo levado pra o Japão no século VIII, onde ficou mais conhecido. Inicialmente, foi utilizado nas habitações japonesas para proteger contra o vento, além de adicionar elegância e status à decoração.

Hoje o biombo não é apenas utilizado como divisória ou quebra vento, ele também é encontrado como cabeceira de cama, como composição de ambientes, como obra de arte, demarcação de ambiente, etc.  

Enfim, é um objeto coringa. Fica bem em qualquer cômodo, vai da sala ao banheiro, sem problema.

Os biombos tradicionais eram confeccionados com madeira fina ou bambu, cobertos com papel washi, folhas de ouro, eram pintados à mão, sendo sua fabricação totalmente artesanal.

Hoje, podemos encontrar biombos dos mais diversos materiais, sendo os mais comuns: madeira, bambu, ferro, tecido, vidro, plástico, tubo PVC, etc.

Por Aline Soares.

*As imagens utilizadas no post não são autorais, todas foram retiradas do google imagem. Caso esteja usando alguma foto sua, por gentileza, entre em contato, para que seja atribuído os devidos créditos.