CORIAN OU SILESTONE? EIS A QUESTÃO...

26/10/2015

Hoje quero falar de dois produtos quem vem sendo bastante utilizados na decoração, o Corian e o Silestone.

São produtos sintéticos que vem substituindo as pedras naturais, cada vez mais escassas. Estes materiais têm sido bem aceitos não somete em ambientes residenciais, como também em ambiente comerciais.

O Corian é um material sintético, sólido, não poroso, com emendas imperceptíveis, criado e patenteado em 1967, pela empresa DuPont.

É um produto fabricado com 30% de resina acrílica e 70% de minerais naturais, muito utilizado na construção de fachadas, bancadas, revestimentos, móveis e objetos decorativos.

Principais características do Corian:

- É super resistente, não descasca e suporta o uso diário.

- Por ser não poroso, com emendas imperceptíveis e cantos arredondados, este material é totalmente higiênico.

- Não mancha, não risca facilmente e pequenos danos na superfície poderão ser facilmente reparados.

- É um material não tóxico.

- A sua fabricação é realizada observando o mínimo de impacto ambiental.

- Atualmente possui uma cartela de cores disponível no Brasil composta por 27 itens.

- Pode ser encontrado no material denso, translúcido, foscos ou brilhantes.

- É um material termomoldado facilitando a fabricação de móveis e objetos decorativos nas mais diversas formas.

Já o Silestone é uma pedra industrializada, composta por 95% de quartzo e 5% de resina poliéster.

Principais características do Silestone:

- Alta resistência a manchas, ácidos e a riscos;

- Possui resistência a impactos;

- Possui proteção bacteriostática;

- Possui textura polida, fosca ou rugosa;

- Possui uma palheta com mais de 60 cores.

Após ler sobre os dois materiais, você deve estar se perguntando qual dos dois é o melhor. Difícil resposta, afinal, todos os dois possuem vantagens e desvantagens.

No quesito preço, são muito equilibrados.

O Silestone é mais resistente a risco, ao calor, às manchas e ao impacto do que o Corian. Em contrapartida, possui emendas aparentes, possui limitação na versatilidade do material e possui menor opção de acabamento.

Agora a esolha vai ficar por sua conta.


Por Aline Soares.

*As imagens utilizadas no post não são autorais, todas foram retiradas do google imagem. Caso esteja usando alguma foto sua, por gentileza, entre em contato, para que seja atribuído os devidos créditos.